Bateria de caminhão: 5 fatores para ficar de olho

Entre os inúmeros cuidados e atenções indispensáveis em uma boa gestão de frotas, vale destacar a importância da manutenção e troca de alguns componentes dos veículos, entre eles a bateria do caminhão.

Afinal, como bem sabemos, essa peça é essencial para o funcionamento do automóvel e também conta com uma vida útil definida, o que requer um monitoramento contínuo e devida substituição - ou recarga - periodicamente.

Mas para saber exatamente porque e quando isso deve ser feito dentro de sua empresa, nós preparamos este post com algumas dicas e informações úteis sobre o tema e a importância de estar sempre de olho nas necessidades de troca da bateria de caminhão.

Clique aqui e aproveite para baixar nosso guia de manutenção de frota gratuitamente!

Afinal, por que a bateria de caminhão é tão importante para a gestão de frotas?

Uma gestão de frotas eficiente demanda inúmeros controles específicos dos veículos, o que engloba, evidentemente, a manutenção e substituição de determinadas peças e acessórios, tais como pneus, cabos, óleo lubrificante, filtros e, claro, a bateria de caminhão.

E assim como os demais componentes citados, a bateria é item indispensável para o desempenho e funcionamento de um veículo.

Logo, tratando-se de uma frota logística, não acompanhar a manutenção e período de troca desta peça de forma adequada e estratégica coloca em risco as operações de sua empresa, podendo acarretar aumento de custos, atrasos de entregas e até problemas mecânicos mais sérios ao veículo.

Quais os fatores essenciais a ficar de olho na bateria de caminhão?

Como bem destacamos lá em cima, a bateria de caminhão é uma peça que já tem a sua vida útil definida pelos fabricantes, além claro, de poder sofrer influências ao longo de seu uso no dia a dia.

Sendo assim, a sua manutenção ou troca requer a avaliação e análise contínua de diferentes fatores, tais como os exemplos que destacaremos a seguir. Confira!

1. Se o veículo demora a dar a partida

A bateria de caminhão é um dos componentes responsáveis pela ignição do veículo e, portanto, quando não há carga suficiente a ser distribuída, o motor pode demorar e ter dificuldades para ligar.

Em geral, quando isso ocorre, o painel do caminhão chega a ligar e o motor pode ficar rateando ou simplesmente não dar nenhum sinal de que vai funcionar.

Dessa forma, tudo indica que a bateria está com um carga mínima, o que torna insuficiente para girar o motor e, portanto, precisa de uma recarga ou troca da peça.

2. Nem o painel e nem o motor ligam

Quando o motorista gira a chave na ignição e tanto o painel, como o motor não dão sequer um sinal de vida, muito provavelmente isso significa perda total da carga da bateria do caminhão.

Nesses casos, é também recomendado trocar de imediato a peça por inteiro por uma nova e nem buscar alternativas como recargas ou "chupetas", pois certamente se encerrou a vida útil do equipamento.

3. Oxidação nos polos

Um fator de fácil percepção na bateria de caminhão é a presença de zinabre nos polos e cabos da peça, o que é um fenômeno comum, mas que requer atenção quando há excessos.

Esse sintoma pode ter inúmeros motivos e causas, que vão desde a umidade do ambiente até a qualidade e tempo de uso do equipamento.

Para baterias mais usadas, isso já pode ser um sinal para trocá-la por uma nova. Já se a peça for nova, mas mesmo assim apresentar esse tipo de líquido viscoso nos polos, a dica é não deixar que seque ou acumule por muito tempo.

Busque limpar com frequência e remover os excessos, evitando assim uma possível oxidação das partes metálicas e, consequentemente, problemas de funcionamento do motor.

4. Descarga constante

Um outro fator de suma importância a ficar de olho na bateria de caminhão é se há uma descarga muito constante e em tempo menor do que o comum.

Isso também requer uma avaliação mais técnica de seu mecânico, tendo em vista que as causas podem ter origens distintas.

Ou seja, pode ser algo relacionado à parte elétrica do veículo que está "puxando" mais energia que o normal, como também pode estar atrelado à própria qualidade da bateria escolhida.

5. Luz da bateria acesa no painel

Em caminhões mais modernos, o próprio painel pode dar dicas sobre a hora de trocar ou recarregar a sua bateria.

Mas vá com calma, pois nem sempre isso é confiável! Bom, se o veículo for novo ou você tiver a certeza de que a manutenção da parte elétrica está em dia, não há problemas em confiar nesse sinal.

Porém, se o veículo já tiver apresentado algum problema elétrico no passado, você sabe que a bateria é nova ou que o painel costuma dar avisos duvidosos, é bom ter sempre uma segunda opinião antes de efetuar a troca do equipamento.

Quanto tempo dura uma bateria da caminhão?

Em média, uma bateria de caminhão costuma durar 2 anos em pleno uso. Mas como bem destacamos, esse prazo pode variar de acordo com diversos outros fatores, que vão desde a qualidade do equipamento, até a sua adequada manutenção.

No entanto, de uma forma geral, esse prazo é considerado o ideal para se realizar a troca da bateria e substitui-la por uma nova.

Trocar ou recarregar: qual a melhor opção para a bateria de caminhão?

É completamente possível recarregar uma bateria automotiva e aumentar um pouco a sua vida útil por meio de carregadores específicos.

Vale destacar aqui que essa prática não deve ser confundida com a tradicional "chupeta", que utiliza a bateria de um outro veículo para alimentar e gerar carga para a bateria descarregada.

Nesse caso, em geral, essa troca de energia se limita unicamente a dar um ponto de carga para ligar o veículo e fazer com que o próprio alternador alimente aquela bateria durante o seu uso.

Porém, caso o equipamento já esteja muito usado, muito provavelmente ele não ligará novamente sozinho ao desligar o motor.

Já a recarga completa que estamos falando é uma prática que envolve equipamentos específicos e que, de fato, aumenta um pouco a vida útil da bateria. Porém, nem sempre isso é recomendado.

Recarregar a bateria de caminhão só é indicado quando a peça é nova e, por algum acaso, tenha perdido a sua carga por completo. Ou seja, para equipamentos que já ultrapassaram dois anos de uso, o melhor é substituir por uma bateria nova.

Assista ao vídeo abaixo e saiba como ser um gestor de frotas de sucesso!

E como melhorar a vida útil da bateria de caminhão?

Apesar de o prazo de anos ser considerado uma média geral para a vida útil de uma bateria de caminhão, há certos cuidados que permitem evitar perdas mais precoces e até mesmo estender a utilização da peça por mais tempo.

Portanto, além do monitoramento e controle dos prazos de trocas, é fundamental que tais atividades façam parte da sua gestão de frotas. São elas:

Evite veículos parados por longos tempos

Veículo parado pode ser sinônimo de prejuízos para qualquer operação logística e também pode representar aumento de custos para a sua gestão de frotas, o que inclui desgastes e problemas com a bateria do caminhão.

Isso porque, quando o veículo está inoperante por muito tempo, os polos da bateria podem oxidar e os cabos ressecarem também.

Além disso, caso haja algum curto ou equipamento elétrico do veículo "roubando" energia, isso consumirá toda a carga do equipamento, que por estar em desuso por muito tempo, não conseguirá recarregar enquanto tiver desligado.

Ou seja, a bateria de seu caminhão poderá perder toda a energia, impossibilitando o veículo de ligar e até mesmo de reaproveitar o equipamento.

Dessa forma, caso realmente determinado veículo não esteja em operação, lembre-se se girar o motor periodicamente e o deixe funcionando por alguns minutos.

Mantenha a bateria limpa

Como destacamos nos tópicos anteriores, a presença do zinabre ou oxidação nos polos da bateria do caminhão pode indicar sinais de problema, tanto no equipamento, como na parte elétrica do veículo.

Essa oxidação pode estar ligada à umidade do ambiente em que o veículo estaciona ou opera, mas também pode estar atrelada à sua idade e qualidade.

Sendo assim, sempre que diagnosticar este líquido nos polos, não espere muito tempo para que eles sequem e se acumulem nas extremidades metálicas, pois isso pode afetar o desempenho do equipamento, tal como impossibilitar o seu funcionamento por completo.

Escolha baterias de qualidade

Reduzir custos não significa economizar na qualidade. Pelo contrário! Produtos e peças de melhor referência tendem a ter um desempenho e duração mais elevadas, o que, no final, proporciona uma economia muito mais real e estratégica.

Sendo assim, com uma bateria de caminhão a lógica não deve ser diferente. Portanto, prefira sempre marcas de renome e com referência positiva no mercado.

Revise a parte elétrica dos veículos

A bateria de caminhão é apenas um componente dos diversos itens que compõem a parte elétrica do veículo.

E ainda que a seu equipamento seja de qualidade e nova, quando há qualquer problema nesse sistema, quase sempre quem sofre as consequências é a bateria.

Como bem destacamos mais acima, casos com curtos, peças defeituosas que "roubam" a carga, componentes mal instalados, entre outros exemplos, podem ser "traiçoeiros" com a sua bateria e reduzir significativamente o seu prazo de vida.

Não esqueça nada ligado

Certos modelos de caminhões já saem de fábrica hoje com sistemas inteligentes que desligam a parte elétrica ao remover a chave da partida e fechar a porta. No entanto, veículos mais antigos ainda requerem essa atenção e tarefa manual por parte dos motoristas.

Ou seja, bateu a porta, é preciso confirmar se faróis e lanternas foram desligadas, se há alguma luz acesa no interior da cabine, se o rádio ficou aceso, se esqueceu carregadores ligados, entre outros.

Além disso, recomenda-se inclusive desligar os sistemas de ventilação e ar condicionado sempre que parar o veículo, ainda que eles não consumam a bateria sem o motor. No entanto, ao religar o caminhão, esses mesmos sistemas podem puxar mais energia e, dependendo do nível da bateria, ela não conseguir distribuir carga suficiente para o motor.

Controle datas e prazos

Além dos cuidados técnicos, uma boa gestão de frotas precisa estar atenda aos prazos e datas de trocas e manutenção de seus equipamentos.

Logo, visto que o período médio de vida útil de uma bateria é de 2 anos, recomenda-se criar métodos de controle e monitoramento eficiente dessas informações, afim de não precisar que problemas surjam e afetem a operação da empresa.

E como otimizar a troca de bateria de caminhão na gestão de frotas?

Depois de vermos todos os riscos e cuidados inerentes à troca adequada da bateria de seus caminhões, vamos às dicas práticas sobre como otimizar essa atividade no dia a dia, especialmente com o uso de ferramentas e sistemas inteligentes.

Hoje, há softwares específicos, como o CFT, que possibilitam otimizar por completo todas as tarefas de uma gestão de frotas, tais como:

  • controle de manutenções;
  • estoque de itens e peças;
  • custos com combustíveis e lubrificantes;
  • rodízio de pneus;
  • agenda de revisões;
  • cadastro de mão de obra;
  • troca e substituição de peças (inclusive a bateria de caminhão).

Com a automação desses controles, sua gestão de frota tende a ser muito mais otimizada, prática e inteligente, agregando assim mais produtividade, redução de custos e, claro, aumentando o desempenho de seus veículos dentro de suas operações.

Em resumo, essas são algumas dicas essenciais sobre a importância da manutenção preventiva da bateria de caminhão e alguns fatores indispensáveis que toda gestão de frotas deve se atentar nesse quesito.

Gostou das dicas? Quer conhecer melhor as soluções tecnológicas para a otimização de sua gestão de frotas e melhorar todos os seus controles internos? Então, assista ao vídeo abaixo sobre o CFT da onBlox e não deixe de conversar com um de nossos especialistas.

 

OnBlox é uma empresa de desenvolvimento de softwares para gerenciamento logístico.

Deixe seu Comentário

Informações

Se você deseja conhecer mais sobre nossos produtos, ou simplesmente fazer uma visita ao nosso escritório, fale conosco através do formulário de contato.