Renovação de frota: qual a hora certa e como fazer?

A renovação de frota feita de maneira adequada é uma maneira de a empresa reduzir gastos que, certamente, aparecerão em consequência do trabalho com veículos impróprios.

Problemas como o risco de acidentes e até custos excessivos com a manutenção periódica podem ser amenizados quando essa renovação de frota segue uma lógica interessante. No fim, a questão se resume a saber como fazer. É necessário renovar a frota, mas sem que isso represente um problema para a empresa, tanto em termos financeiros quanto em estruturais.

Saber como renovar a frota de modo que a mudança seja positiva financeira e estruturalmente, com veículos que atendam perfeitamente à demanda da empresa é o que pretendemos mostrar aqui. Acompanhe.

A importância de fazer corretamente a renovação de frota

Existem dois pontos que precisam ser considerados em relação à renovação de frota de veículos dentro de uma empresa. O primeiro deles é a da necessidade da atualização dos carros. Empresas precisam estar atentas a tudo que envolve suas operações, investindo em soluções capazes de fazer com que seus colaboradores, equipamentos e ferramentas estejam sempre em dia com o que há de mais atual. Do contrário, suas atividades não têm como evoluir e, pior, eventualmente passarão a gerar resultados abaixo do esperado.

É por isso que uma política voltada para a integração de novas técnicas e tecnologias para frotas torna possível repor o que é necessário e, também, criar novas e sofisticadas condições de operação.

Outro ponto importante diz respeito à própria qualidade dos veículos que você e sua equipe têm à disposição. É evidente que descartar peças que apresentam maior desgaste, ou que estão ultrapassadas, e substituí-las por soluções capazes de gerar impacto positivo em todo o sistema pode ser o que a sua empresa precisa para evitar problemas, como acidentes e multas. É preciso atuar de maneira certa na preservação dos ativos da empresa e em sua renovação, para que as entregas e o relacionamento com o cliente estejam de acordo com o esperado.

Consequentemente, temos um cenário em que, em última instância, essa política de renovação eficiente consegue impactar estrategicamente o seu negócio, uma vez que a melhor qualidade nas entregas pode auxiliar na criação de uma relação comercial mais próxima dos clientes. Resumindo, fazer a renovação de frota de maneira adequada tende a ser elemento importante, também, dentro de uma política empresarial de sofisticação de processos.

 Clique aqui e saiba como criar uma politica de frota

O que é preciso observar na renovação de frota

Em resumo, você deve ter bom senso para substituir seus recursos no tempo certo, o que envolve capacidade de observação do estado dos veículos e boa gestão do caixa da empresa, para que o setor financeiro não seja surpreendido com a necessidade de troca quando faltarem recursos.

Pensando criteriosamente, existem 3 elementos que justificam a renovação de frota. São eles:

  • Desgaste;
  • Valor comercial;
  • Tecnologia.

Se você quer atuar de maneira mais racional em relação à renovação de frota na sua empresa, então, entenda que é a observação desses 3 pontos que deve se tornar constante no dia a dia dela. Assim, você tem como acompanhar não só o uso dos veículos e como eles são afetados por isso, mas também elementos externos, como a evolução da tecnologia e seu impacto na realidade de outras empresas.

Saiba mais sobre cada um desses pontos na sequência.

Desgaste

Veículos são bens que vão sendo exigidos com o tempo. Portanto, se você não tiver em mente o que isso significa, possivelmente será pego desprevenido diante de eventuais exigências de reparos. O fato é que é possível estimar o que determinado ativo pode oferecer para sua empresa e, em função disso, se preparar para extrair o máximo dele.

Tenha em mente que o desgaste é natural e inevitável em relação à sua frota, e que você pode atuar para acompanhá-lo e até amenizá-lo. O uso contínuo de componentes, o tempo, e, muitas vezes, as práticas equivocadas na condução, uma hora exigirão a devida reposição – e é preciso repor peças considerando custos com manutenção e substituição. Somente assim se pode garantir maior qualidade do serviço e segurança para os condutores.

O ideal é que, independentemente de qual seja o veículo em questão, a empresa tenha um plano para sua frota. Essa é uma maneira de evitar que o equipamento seja usado e desgastado até seu limite, o que costuma elevar os gastos com a renovação de frota.

Valor comercial

Seus veículos têm valor comercial e você precisa começar a avaliá-los de acordo com essa lógica. Isso quer dizer que, com o tempo e o uso constante, eles, naturalmente, vão perder esse valor, mesmo que você e sua equipe tenham o máximo cuidado possível no seu manuseio.

Se é fácil entender que na revenda o veículo sempre terá valor comercial inferior, compreender o que pode ser feito para manter a saúde dos componentes e amenizar essa diferença nem tanto.

Pensando em meios para preservar o máximo do valor comercial de cada veículo, ofereça treinamentos específicos para seus condutores. A ideia é preparar quem realmente lida com o automóvel no dia a dia para sua preservação. Conseguindo isso, passa a ser natural que a desvalorização dos carros demore mais para acontecer, e isso gere maior economia para a empresa em termos de reposição.

Além disso, o recomendável é ter atenção não somente ao uso dos veículos, mas também àquilo que o mercado entende como sendo seu valor. Pode ser mais interessante substituir veículos quando eles ainda têm boa procura no mercado do que usá-los até seu limite e depois não conseguir fazer bons negócios para a empresa. Portanto, passe a considerar o custo-benefício dos veículos no dia a dia e, também, o valor comercial que eles têm.

Tecnologia

A tecnologia está cada vez mais presente na realidade do setor automotivo – e isso, certamente, gera impactos no seu negócio. Assim, acompanhar as tendências é uma maneira inteligente de entender qual é a hora certa de renovar a frota. Ao ver que sua empresa apresenta defasagem em relação ao que o mercado apresenta, pode ser a hora de investir para sofisticar os processos.

Na maioria das vezes, o surgimento de novas ferramentas simplificadoras para diferentes processos cria uma demanda no gestor mais atento – mas, ao mesmo tempo, dá a ele condições de gerar diferenciais para sua frota de veículos.

Essa é forma para maximizar as atividades da frota. Como conseguir isso? Procure estar em dia com as exigências que o mercado apresenta, avaliando soluções abrangentes, como os softwares de gestão, por exemplo, mas também as mais específicas, como modelos de veículos, peças, ferramentas, entre outras. Uma política de acompanhamento pode ser o que você precisa, para atualizar sempre com as demandas que podem surgir.

 Assista ao vídeo e saiba a hora certa de trocar seu caminhão!

Passo a passo para fazer a renovação de frota

Se você quer realmente simplificar o processo de renovação de frota na sua empresa, então, sugerimos um passo a passo de acordo com o que consideramos o meio mais recomendável. É claro que tudo depende da natureza do seu negócio e de suas características próprias.

Ainda assim, poder contar com um guia é algo que pode ajudá-lo a adotar hábitos mais adequados e valorizar um ativo importante da sua empresa.

1. Comece estudando os modelos de veículos

Conhecimento prévio é o mínimo que você precisa para manter sua frota funcionando adequadamente. E isso pode ser conquistado quando você se propõe a estudar tanto o funcionamento dos veículos quanto a economia que eles podem trazer. É fato que existem diversos modelos disponíveis para o consumidor, e eles podem se diferenciar dependendo de questões como características e até finalidade.

O seu modelo de negócio pode exigir carros com baú, determinado tipo de refrigeração, entre outras peculiaridades, da mesma forma que, se o uso for predominantemente urbano ou rodoviário, isso também trará um impacto na escolha da melhor solução.

Por isso, adote procedimentos como uma avaliação das rotas que os veículos precisam fazer, pois assim você tem como saber se é necessário investir na compra de carros mais resistentes ou não, pensando no transporte em locais com desníveis, por exemplo.

2. Trabalhe com a série histórica de manutenção

Na renovação de frota você quer fazer bons negócios, vendendo os veículos que tem hoje à disposição. Considerando que foi feita uma boa gestão desses ativos ao longo dos anos, só será preciso apresentar os registros das intervenções realizadas para ter como negociar melhor.

É importante estabelecer parâmetros para comprovar o bom desempenho de seus veículos para os eventuais compradores. Assim, nada melhor do que trabalhar com uma série histórica, na qual constem as devidas informações sobre todos os procedimentos realizados. A dica é organizar todos os documentos referentes à sua frota atual, considerando comprovantes de manutenção e revisão, visando gerar maior credibilidade no processo de revenda.

Leia também Manutenção de frotas: como reduzir os custos?

3. Analise a taxa de ocupação dos veículos

É preciso conhecer a necessidade real da sua empresa antes de fazer qualquer investimento. Lembre-se: cada centavo gasto com equipamentos e recursos humanos deve ser estratégico, de modo que, futuramente, isso se reverta em maior taxa de lucro para a organização.

Em termos de renovação de frota, isso tem a ver com o devido estudo a respeito da forma como os veículos são utilizados no dia a dia. Verifique se houve aumento ou diminuição no uso dos veículos e procure compreender a motivação disso. Dependendo do porte da sua companhia, pode ser interessante avaliar se algum dos setores está defasado em relação ao transporte, ou, então, se existem veículos parados.

4. Invista em tecnologia, mas do jeito certo

Não aposte na tecnologia, invista nela. Para que isso seja feito, é necessário estudar as soluções existentes e adaptá-las às necessidades reais da sua empresa. Você pode trabalhar com sistemas capazes de simplificar a visão do condutor no veículo, por exemplo. Essas são soluções que facilitam a manutenção deles, como os programas que alertam a respeito de possíveis sinais de falha e recursos que permitem economizar com combustível.

O segredo é saber extrair das inovações soluções úteis para a sua atividade em especial. Adaptando as inovações à realidade do seu negócio é que você consegue fazer dela um diferencial para a sua empresa. Evite sair gastando dinheiro com sistemas sem antes fazer uma boa avaliação de seus impactos futuros. Esse é o caminho para construir uma relação sólida e positiva com a tecnologia.

5. Escolha o fornecedor ideal

Todos os seus parceiros precisam falar a mesma língua que você. É somente por meio de um alinhamento profissional que você tem como extrair o máximo dessa relação.

Saber escolher bons fornecedores é algo que vai além do coleguismo, sendo necessária uma pesquisa aprofundada a respeito das soluções de mercado que podem trazer benefícios, como uma maior economia para a sua empresa.

Quando o que está em jogo é o patrimônio de uma organização, como é o caso da renovação de frota, o mais importante é procurar a melhor relação entre custo e benefício para que, no futuro, o barato não saia caro. É por isso que você tem que ter tranquilidade para avaliar as diferentes ofertas presentes no mercado e encontrar a mais interessante.

6. Faça um planejamento para investir na hora certa

Não deixe a necessidade pegar você desprevenido quando os veículos apresentarem os primeiros problemas. Procure se preparar com antecedência para ter maiores recursos à sua disposição.

Pense que os preços dos veículos naturalmente oscilam, o que significa que é melhor você se programar para tirar proveito das épocas em que eles são mais atrativos.

Você pode começar a sua pesquisa de preços com calma e ir solicitando orçamentos das revendedoras para avaliar se existem diferencias entre elas em termos de descontos e condições de pagamento. Fazendo isso meses antes da renovação de frota, a tendência é que você consiga negociar melhor.

Pensando, também, na questão do planejamento, procure revisar os seus veículos com frequência, com especial atenção ao ano da troca. Assim, você valoriza esses ativos e pode negociá-los por valores melhores, amenizando seu gasto final.

7. Pense na questão financeira

O caixa da sua empresa precisa estar preparado para esse investimento. É por isso que ressaltamos a importância da manutenção periódica e cuidado constante com seus veículos atuais. Uma vez que eles estão valorizados, podem ser negociados por valores maiores e assim diminuir sua despesa nas trocas.

Tenha em mente, também, que existem diferentes formas de você fazer essa renovação de frota. É possível optar pelo financiamento, pelo consórcio ou pagar à vista. A questão é estudar as possibilidades que o mercado oferece e investir sempre de acordo com a realidade da sua empresa.

 Como ser um gestor de frotas de sucesso? Assista ao vídeo abaixo!

Passe a entender a renovação de frota como um investimento

É normal que os empresários vejam a necessidade de trocar sua frota como uma despesa a mais, principalmente quando ela começa a aparecer repentinamente. Contudo, isso pode ser consequência de uma falta de planejamento. A questão é que é preciso mudar esse jeito de pensar, considerando a renovação de frota um investimento no seu negócio. Pense que a frota, como ferramenta de trabalho, será indispensável para gerar receitas para a sua empresa. Por isso, investir na sofisticação desse recurso é tão importante.

A partir desse entendimento da renovação de frota é que você pode procurar soluções melhores de acordo com uma visão mais mercadológica. Sendo assim, pesquise bem as marcas e os modelos disponíveis, uma vez que não é apenas a qualidade dos produtos que deverá ser considerada. É preciso, avaliar quais apresentam a melhor relação entre custo e benefício, tendo em mente opiniões de outros consumidores, o consumo real de combustíveis, a eficiência na reposição de peças por parte da montadora, sem contar o custo com manutenções.

Além disso, vale pensar na imagem que a sua empresa vai apresentar. Os veículos não deixam de representar a forma como ela aparece para as pessoas nas ruas, sendo assim, o investimento em veículos de qualidade e que passam uma imagem positiva em relação ao que é a companhia também é importante, desde que haja um equilíbrio entre a questão estética e de eficiência.

Cuidado para não fazer com que o barato saia caro, um risco natural quando se opta por soluções mais baratas. Essa economia inicial pode facilmente se reverter em gastos maiores e mais constantes ao longo do tempo. Opte sempre pela qualidade e pela confiabilidade das empresas com as quais negocia.

Se você quer sofisticar os processos na sua empresa, então, saiba conduzir uma gestão eficiente de sua frota de veículos, começando pelo processo de renovação. Isso certamente criará meios para que um segmento fundamental do seu negócio funcione com êxito, e dessa forma, traga os melhores resultados a partir de um processo de entrega mais eficiente.

Leia 6 vantagens em utilizar um sistema TMS!

OnBlox é uma empresa de desenvolvimento de softwares para gerenciamento logístico.

Deixe seu Comentário

Informações

Se você deseja conhecer mais sobre nossos produtos, ou simplesmente fazer uma visita ao nosso escritório, fale conosco através do formulário de contato.