5 dicas para trabalhar com a integração logística no seu atacado

 

Uma logística empresarial de qualidade pode ser o que a empresa precisa para gerar melhores resultados. É aí que temas como a integração logística precisam ser entendidos.

Quando a boa integração logística se torna a realidade da organização, todos os processos, que vão desde a armazenagem até a entrega do produto para o cliente, podem ser devidamente acompanhados. Mais do que isso, eles podem ser otimizados com facilidade, evitando falhas e promovendo agilidade na realização do serviço.

É sobre isso que vamos tratar agora. Saiba mais sobre integração logística. Conheça também seus maiores diferenciais e como você pode fazer dela o motor para o sucesso do seu negócio.

O que é integração logística?

Você já parou para pensar que nem toda empresa consegue operar toda a sua cadeia de suprimentos de maneira autônoma? E que por isso muitas organizações são demasiadamente dependentes de especialistas capazes de gerir a questão operacional logística?

Assim, serviços de apoio envolvendo o transporte e a armazenagem se tornam essenciais. Da mesma forma acontece com ações que dão suporte a eles como o acompanhamento de carga, por exemplo.

O problema é que muitas vezes são os próprios processos empresariais que tornam o trabalho dos operadores logísticos mais difícil. É então que a integração logística aparece como uma solução interessante.

Ela pode simplificar os processos, garantir confiabilidade nos dados e evitar problemas. E tudo de maneira informatizada.

Em resumo, a integração logística nada mais é do que um serviço que torna a empresa capaz de organizar seus sistemas de armazenamento, gestão e envio de produtos, de maneira interligada. Assim, entender a importância da logística integrada no seu negócio pode ser um passo decisivo para o ganho de qualidade dele.

A integração logística no seu atacado

Entre os maiores desafios enfrentados por atacados e distribuidoras atualmente está a otimização de processos de logística. Claro. Existem diferentes setores e todos eles seguem uma lógica própria.

É tarefa da empresa receber o pedido e entregar as mercadorias no momento certo e no lugar certo. Logo, o único caminho para gerar lucro é investindo nessa otimização.

Por isso é fundamental contar com etapas bem planejadas para a execução. Indo além disso,  definir não só procedimentos, mas também normas para evitar problemas. É isso que pode dar clareza para que a equipe trabalhe com foco em resultados.

Assim, recomenda-se organizar o processo logístico. A regra é que os colaboradores saibam exatamente o que precisam fazer em cada situação.

Ações integradas são essenciais para que a operação ocorra de maneira estratégica, capaz de fidelizar clientes. É assim que as metas podem ser planejadas e atingidas para que haja ganho de mercado a partir de redução de custos e aumento da lucratividade.

Também é a logística para atacados e distribuidoras, quando bem organizada, que gera dados para que a gestão tome decisões para a empresa. Assim, produção, marketing e outros setores podem se beneficiar da qualidade de uma logística integrada para atacado.

Quais as vantagens de trabalhar com a integração logística?

Com a integração logística, seus processos se tornam mais eficientes. Pelo menos essa é a tendência.

E a consequência dessa sofisticação para o negócio é o ganho de produtividade e consequente diminuição de custos. Empresas que contam com sistemas capazes de sofisticar isso tendem a ser aquelas que evitam falhas humanas. Consequentemente, evitam o acúmulo de problemas que podem gerar erros mais graves.

Na prática, a logística integrada faz toda a diferença para qualquer organização maior. Isso porque sua base está na tecnologia. Assim, essa integração entre departamentos e etapas de trabalho permite o registro em diferentes fases do projeto. E isso acontece mesmo que diferentes profissionais estejam envolvidos na questão logística.

É o que as empresas precisam para manter sua estrutura de trabalho devidamente estruturada. Em resumo, logística integrada permite aliar agilidade e eficácia.

No dia a dia da empresa, a logística integrada favorece a tomada de decisão dos gestores. O acesso a relatórios gerenciais e a indicadores de desempenho são essenciais para que as lideranças tenham como conferir o andamento das atividades. Em função disso é possível se preparar para questões operacionais, comerciais e financeiras.

Além disso, a gestão pode identificar eventuais falhas que impedem a otimização do fluxo de produtos. Basta acompanhar a movimentação dentro e fora da empresa, etapa a etapa,

Em resumo, a integração logística cria meios para que a empresa gere vantagem competitiva no mercado. Isso porque boa parte das concorrentes ainda conta com processos logísticos tradicionais.

Pensando sob o ponto de vista do cliente, o que interessa é rapidez e economia. Na prática, é comprar com empresas capazes de fazer entregas rápidas e sob valores justos. Logo, com a logística integrada, tanto quanto entregar com agilidade, a organização tem como eliminar gargalos no seu processo que podem tornar os custos mais elevados.

As vantagens da integração logística para atacados

Pensando especificamente na realidade desse tipo de negócio, o importante é pensar em:

- maior capacitação da equipe, já que para a integração logística funcionar, ela depende de treinamento e evolução dos colaboradores;

- integração entre o estoque central e os demais que a empresa possui. Isso facilita a comunicação entre setores e agiliza as respostas aos clientes;

- controle sobre a previsão de demanda, evitando custos desnecessários e problemas no estoque;

- processos mais bem definidos. Resultado da padronização dos fluxos de atividades e métodos de trabalho.

Pensando na dificuldade de se posicionar de maneira diferenciada em um mercado tão competitivo, esses benefícios permitem que a empresa atacadista construa uma imagem muito mais sólida a partir da garantia de que seus processos serão realizados de maneira estratégica, considerando cada movimentação no detalhe.

Em resumo, trabalhar com a integração logística no seu atacado costuma ser um caminho seguro para se posicionar de maneira única, conseguindo assim se distanciar da concorrência.

Assista ai vídeo abaixo e conheça mais sobre como funciona a logística 4.0!

5 dicas para realizar a integração logística

Entendendo como funciona a integração logística e quais são seus benefícios, chegou o momento de dar um passo adiante. É hora de mostrar como você pode colocar em prática essa transformação para o seu negócio.

Assim, confira algumas orientações tidas como essenciais para uma logística integrada.

1. Tenha o fluxo logístico bem definido

Fluxo logístico nada mais é do que uma sequência de processos. São as etapas necessárias para que as entregas sejam feitas de acordo com as expectativas da empresa.

Considerando a realidade da logística empresarial, quanto mais complexos são seus processos, maior é a necessidade de criar um fluxo logístico com critérios. É isso o que pode fazer com que as entregas sejam feitas adequadamente.

Para estruturar o seu fluxo logístico, determine uma sequência de ações para a rotina e a forma como ela deve acontecer. Crie a sua estrutura e desenhe o fluxo com etapas que vão desde a entrada da mercadoria até o despacho do pedido.

Esse mapeamento é fundamental para que se tenha o controle sobre cada momento da operação. Principalmente em relação a atividades mais complexas, o simples fato de haver uma organização permite o direcionamento adequado para a ação de diferentes agentes.

É interessante contar com um sistema de gestão capaz de monitorar esse fluxo do início ao fim. Assim os responsáveis têm como acompanhar cada movimentação logo que ela acontece; A ideia é garantir que está tudo sob controle para atuar de maneira pontual caso necessário.

2. Otimize os processos logísticos

Para otimizar os processos logísticos é preciso primeiro considerar a realidade de cada mercadoria. É em função das características dela que as entregas podem ser pensadas.

Outro ponto essencial diz respeito ao monitoramento dos processos, considerando o tempo para as entregas e os prazos de envios de itens para a empresa.

Também é válido pensar no manuseio do processo de carga, evitando assim a perda de qualidade na entrega para o cliente.

Por fim, não deixe de considerar a tecnologia, preparando sua equipe para atuar em um nível mais elevado.

Em resumo, o mais importante é considerar a mercadoria com a qual você trabalha, os processos e a tecnologia que pode ser aplicada para sofisticar o trabalho de rotina. Empresas atentas a isso conseguem melhorar cada ação realizada e, como consequência, tornam suas entregas muito mais qualificadas para o cliente. No fim, esse costuma ser o caminho para gerar diferenciação no mercado.

3. Treine seus colaboradores

Também é imprescindível contar com profissionais realmente qualificados para lidar com a logística integrada. E o meio indicado para conseguir isso é por meio de treinamentos.

Com eles, seus colaboradores aprender a atuar de maneira alinhada com a sua estratégia, considerando as peculiaridades do seu negócio e as tecnologias utilizadas.

Para tanto, recomenda-se o investimento em programas específicos. Entre outros estão eventos como workshops e palestras que podem ser feitos em um curto espaço de tempo, embora tragam benefícios imediatos.

Vale lembrar que uma equipe bem treinada pode ser o seu principal ativo. É isso o que pode gerar dinamismo nas suas ações e segurança para o futuro da empresa. É por esse motivo que empresas de sucesso investem pesado em programas de treinamento e atualização constante de seus funcionários.

Além disso, se seus colaboradores estão prontos para lidar com os processos da maneira adequada, quem agradece são seus clientes, uma vez que o resultado desse tipo de preparo costuma ser um atendimento mais qualificado e fidelização. Nada mal para quem procura meios de crescer no mercado.

 

4. Defina métricas de acompanhamento

Como atuar de maneira racional na medição da qualidade dos processos e as ações da equipe? Poucas empresas dão a devida atenção a isso, apesar de se tratar de uma das ações mais importantes quando se fala em logística.

A melhor maneira de otimizar os processos é trabalhando com indicadores de desempenho, os chamados KPI’s. Na prática, eles são ferramentas que permitem a você medir a eficácia de cada ação.

A ideia é que a gestão acompanhe a evolução dos números e trabalhe para que eles se mantenham em níveis considerados satisfatórios. Caso contrário, é hora de pensar em ajustes estratégicos.

Alguns dos principais KPI’s para logística são:

- o tempo entre o pedido e o recebimento de mercadorias;

- o famoso retorno sobre o investimento;

- o percentual de entregas com avarias;

- o tempo de espera para resolução de problemas;

- entre outros.

Nunca se esqueça: métricas de desempenho são importantes porque são elas que garantem à gestão o devido acompanhamento dos projetos enquanto eles estão acontecendo.

5. Utilize um software logístico

Por fim, tenha a tecnologia como uma aliada. E isso é cada vez mais comum em diferentes tipos de negócios e departamentos. No caso da logística, o ideal é trabalhar com um sistema desenvolvido para integrar diferentes etapas nessa cadeia logística.

Isso vai desde o começo da tarefa até a entrega do pedido. A ideia é que com a integração e a automação, mesmo o pedido mais simples passe a ser acompanhado por uma sequência de notificações.

Assim, em função de sua progressão até o momento da entrega, não só a gestão, mas também cada setor responsável terá como verificar o status do projeto. Isso facilita a comunicação, cria parâmetros para uma melhor atuação da equipe e agiliza todo o processo.

Sistemas mais completos conseguem otimizar todo o fluxo logístico, tornando a integração rápida, ideal para grandes projetos.

Na prática, eles funcionam como ferramentas estratégicas para tirar o máximo proveito dos recursos disponíveis e diminuir o risco de perdas. Entre outros diferenciais disso para o seu negócio podemos citar:

- processos mais otimizados;

- maior segurança para a equipe e para as entregas;

- controle total sobre cada movimentação;

- dados confiáveis para a análise de inventário;

- redução considerável de custos.

No geral, trabalhar com a integração logística de maneira correta é um diferencial e tanto para qualquer negócio. E em especial, para o atacado. Entretanto, isso só é possível quando você se organiza corretamente, investindo em treinamento e em soluções tecnológicas capazes de realmente funcionar como um diferencial para a sua empresa.

Agora que sabe o que é logística integrada, não deixe de conferir também o que é logística reversa e como trabalhar com ela.

OnBlox é uma empresa de desenvolvimento de softwares para gerenciamento logístico.

Deixe seu Comentário

Informações

Se você deseja conhecer mais sobre nossos produtos, ou simplesmente fazer uma visita ao nosso escritório, fale conosco através do formulário de contato.